Voltar para Home/ Voltar para Página inicial/ Página Inicial Pular para o conteúdo

Logo: Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (DFG) - Ir para a página inicial Deutsche Forschungsgemeinschaft

Maior interação entre cientistas alemães e colombianos

(25/11/2020) A Colômbia é um importante parceiro da Alemanha, não só comercialmente, como também no âmbito científico e acadêmico e a DFG possui boas cooperações com o país.

Para apresentar e difundir as oportunidades de cooperação científica teuto-colombianas foi realizado no último dia 28 de outubro, o “Scientific Workshop on Colombian-German Cooperation”

O evento, organizado pela Universidad de Antioquia (UdeA) em conjunto com Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (DFG), ocorreu de forma online e teve como objetivo familiarizar os investigadores interessados com a possibilidade de financiamento de projetos, além de incentivá-los a apresentarem propostas de pesquisa com um parceiro de cooperação. A DFG possui um acordo de cooperação assinado em 2019 com a UdeA que é uma das universidades mais renomadas da Colômbia e cuja história remonta a mais de 211 anos.

Os 104 participantes do workshop tiveram a oportunidade esclarecer suas dúvidas sobre a as oportunidades de financiamento, bem como os critérios de elegibilidade e submissão. O Dr. Dietrich Halm, diretor da DFG para América Latina, e o Dr. Sergio Cristancho Marulanda, vice-reitor para a pesquisa da UdeA, apresentaram alternadamente o programa de apoio conjunto. O Acordo de cooperação entre as duas instituições consiste na submissão de propostas em fluxo contínuo, ou seja, pesquisadores da UdeA e seus respectivos parceiros alemães podem submeter propostas conjuntas a qualquer momento à DFG e à UdeA. Podem ser fomentados conjuntamente Projetos Regulares em qualquer área do conhecimento.

O evento tambem contou com a apresentação de um projeto colaborativo bem-sucedido entre os dois países. O Dr. Christoph Baer, da Ruhr-Universität Bochum, apresentou o projecto "Humanitarian Microwaves Detection of Improvised Explosive Devices in Colombia" o qual consiste no desenvolvimento de um novo método de detecção de radar de banda ultralarga para minas terrestres utilizando radar de penetração no solo. Com a ajuda de ondas electromagnéticas, é possível olhar para o solo, por assim dizer. O projeto é uma cooperação entre universidades alemãs e colombianas, dentre elas a Universidad Nacional de Colombia, a Ruhr-Universität Bochum e a Brandenburgische Technische Universität Cottbus.

A parceria entre a DFG e a Colombia também se dá através dos acordos cooperação com Miniciencias e com a Universidad de los Andes.

O Acordo entre DFG e Minciencias, estabelecido em 2009 e renovado em 2011, prevê a submissão de propostas mediante a publicação de chamadas conjuntas. Já o acordo com a Universidad de los Andes, assinado em 2013 e renoovado em 2018, assim como o acodo com a UdeA, também permite a submissão de propostas em fluxo contínuo.

A DFG e a UdeA acreditam que em tempos de grandes desafios, como o que ocorre em 2020, é primordial promover oportunidades de pesquisa colaborativa, sobretudo para o desenvolvimento de uma ciência livre e inclusiva.