Voltar para Home/ Voltar para Página inicial/ Página Inicial Pular para o conteúdo

Logo: Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (DFG) - Ir para a página inicial Deutsche Forschungsgemeinschaft

Workshop de oceanografia alemão-argentino em Buenos Aires

(12/12/16) Entre os dias 29 de novembro e primeiro de dezembro foi realizado em Buenos Aires um workshop de oceanografia alemão-argentino. Cerca de 15 cientistas da Alemanha e 45 da Argentina se reuniram no Polo Científico, sede do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina (MINCyT) e da agência de fomento CONICET. A DFG e o Ministério da Educação e Ciência da Alemanha (BMBF) também participaram do evento.

Esse workshop é resultado de uma reunião organizada pela DFG em abril de 2016, na cidade de Bremen, na Alemanha, cujo tema foi as possibilidades de cooperação com cientistas argentinos no âmbito das ciências do mar. A iniciativa argentina Pampa Azul, que envolve sete ministérios argentinos, teve uma importância fundamental para a realização do workshop, uma vez que a oceanografia é desde 2014 um tema estratégico para a Argentina. Durante o workshop foram apresentados exemplos de cooperações bilaterais em andamento, contudo o potencial para a continuidade e a iniciação de novos projetos ficou bastante evidente.

A imagem mostra as três autoridades sentadas à mesa com as bandeiras da Argentina e da Alemanha ao fundo. Do lado direito da imagem está um telão com projeção do workshop

(da esquerda) Embaixador Bernhard Graf von Waldersee, Ministro Lino Barañao e Norbert Overbeck (BMBF)

© MINCYT

O evento foi inaugurado por autoridades: em suas palavras de boas-vindas, o ministro da ciência, Lino Barañao, o embaixador Bernhard Graf von Waldersee e o representante do BMBF, Norbert Overbeck, ressaltaram a importância das relações científicas entre a Argentina e a Alemanha. Representantes do BMBF, CONICET, MINCyT e DFG também falaram sobre as possibilidades de fomento para a cooperação científica bilateral.

A parte científica do workshop foi bastante abrangente: cerca de 40 palestras foram apresentadas ao longo de dois dias, nos quais os participantes mostraram a todos os presentes os seus projetos em andamento ou em planejamento. Essa rodada permitiu que as pesquisadoras e pesquisadores identificassem pontos em comum entre os diferentes projetos. Em seguida, os cientistas foram divididos em quatro grupos de trabalho para dar continuidade à discussão: “Ocean Dynamics and Sediments“, “Biodiversity“, “Source to Sink“ e “Biogeochemistry“.

Os quatro grupos expuseram os resultados das discussões no último dia do workshop. Foram apresentados os objetivos em comum, como temas de pesquisa, as rotas planejadas para viagens com os navios de pesquisa e a superação de questões logísticas. Os planos referentes à submissão de projetos e de consórcios de pesquisa também foram comentados e os presentes tiveram a oportunidade de, ao final do evento, conversar com os representantes das agências de fomento sobre as ofertas de financiamento de pesquisa.